18 de jul de 2010

Tentando ser, tentando ter.


Vi um filme esse fim de semana que dizia: "você não é o que você tem". Bonito de ouvir e forte o suficiente para se refletir bastante. Aliás o filme todo é carregado disso. Pra mim carregado de mentiras. Porque justamente quando você pensa nisso e olha em volta percebe que está numa teia impossível de se livrar. Quando você se dá conta dorme pensando em acordar para resolver um turbilhão de coisas e acorda pensando em dormir e planeja um dia , um mísero dia, de descanso. E passa a vida toda planejando e tentando ser alguém. Tentando ter um bando de coisas que de nada te servirão. Entender e enxergar isso é tão dolorido que quando caímos na real logo tratamos de achar sim que o twitter tem serventia, que o orkut nos aproxima das pessoas - e que não é apenas aquele circo de horrores e alteregos -, que o Iphone 4 mudará nossas vidas e por aí vai. Digo isso no material porque é mais fácil que citar os mil apegos que criamos sobre o que é necessário para se "chegar a algum lugar" - tipo fazer faculdade e gastar a vida procurando a mesma coisa que todo mundo. Não, o filme não me fez pensar positivo e procurar ter uma vida mais simples e desapegada. O filme me deu um soco no estômago - como se fosse preciso mais um - e pensar no quanto estamos perdidos e me questionar mais ainda " que que eu tô fazendo aqui?". Porque estou nadado num mar sem fim, nadando contra uma corrente avassaladora - e que o resultado não será bom isso eu sei - e perdida apenas seguindo o que "é certo"?
Me falta coragem, me falta ânimo e digo até palavras - percebe-se pelo texto pobre. Não sei se grito, se xingo, se choro, se permaneço imóvel ou se simplesmente continuo vivendo uma coisa que eu só quero que chegue ao fim.

Um comentário:

Mel disse...

Carol, apesar de eu ser católica, gosto muito de uma oração que um dia uma amigona me mandou e que parece que é do Chico Xavier. Ela é poderosíssima pra renovar nossa força interior e vou transcrever um trecho dela, aqui, pra você:
"Tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência. Teus pensamento e vontade são a chave de teus atos e atitudes... são as fontes de atração e repulsão na tua jornada vivência."
"A mudança está em tuas mãos. Reprograma a tua meta, Busca o bem e viverás melhor. Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."
beijinhos